Úlcera Venosa| Feridas nas pernas que não cicatrizam

2ª Cicatriza na sociedade| Como podemos transformar o mundo?
4 de outubro de 2016
Pé Diabético| Sintomas e Prevenção
4 de novembro de 2016

Úlcera Venosa| Feridas nas pernas que não cicatrizam

Você está cansado de ver uma pessoa próxima sofrendo com feridas na pernas que não cicatrizam de jeito nenhum? Pois é, provavelmente ela está com uma Úlcera Venosa. Também conhecidas como úlceras varicosas, são feridas que aparecem nos membros inferiores provocadas por uma deficiência no retorno venoso.
É confuso? Não entendeu nada? Então continua aqui que a gente te explica e te ajuda!

COMO AS FERIDAS NAS PERNAS QUE NÃO CICATRIZAM APARECEM?

O nosso corpo funciona em perfeita harmonia, o sangue é bombeado do coração por todo cantinho do nosso corpo, até a ponta dos pés. Sabe a popularmente conhecida batata da perna? Pois bem, é dentro dela que está o mecanismo que faz esse sangue que chegou, voltar ao coração, fazendo com que a circulação aconteça. Assim como os carros, nós também temos válvulas dentro da gente. Algumas delas se chamam válvulas venosas e elas impedem que o sangue que está subindo contra a gravidade, volte e acumule nas nossas veias. Por algum motivo, essas válvulas dão defeito e não conseguem desempenhar o seu papel corretamente, dessa forma o sangue é acumulado e os sintomas (falaremos deles logo abaixo) começam a aparecer.

Quando esses defeitos aparecem e elas não executam bem o seu trabalho, as veias ficam obstruídas e surgem as varizes. Devido a esse congestionamento sanguíneo, uma pressão se forma e leva sangue e outros líquidos do sistema vascular para o nosso tecido, quando isso acontece o tecido fica congestionado, impossibilitado de receber oxigênio e nutrientes. E a partir daí começam aqueles sintomas que ficamos de falar: A cor da perna muda, fica mais escura, surgem os inchaços nas pernas e nos os pés. A fragilidade que se forma, deixa pés e pernas suscetíveis a feridas e por menor que elas sejam, as úlceras venosas poderão aparecer.

Algumas das causas mais comuns para o aparecimento desse problema são:

  • Obesidade
  • Fatores genéticos
  • Gravidez
  • Alguma Lesão por trombose das veias profundas ou estase venosa (estado no qual o fluxo do sangue que corre nas veias, pára);
  • Hipertensão venosa (aumento da tensão nas veias);
  • Varizes descompensadas não tratadas;

CARACTERÍSTICAS DAS FERIDAS NAS PERNAS QUE NÃO CICATRIZAM

Os machucados que aparecem podem doer muito e causar um mau odor que prejudicam e muito o dia-dia de quem possui feridas nas pernas. Por ficarem abertas, elas estão sujeitas a receberem sujeiras e bichos do meio externo, o que certamente desencadeará uma inflamação na ferida, complicando o quadro.

Desse modo, a pessoa acometida da úlcera venosa se isola e passa a reduzir seu convívio. Assim, a doença passa a ser além de um problema de saúde, um problema social e econômico, já que é impossível trabalhar normalmente, precisando do repouso que a doença exige. Essa doença é recorrente e necessita de muito tempo para seu tratamento. Estima-se que seu tempo de cicatrização pode levar de meses há vários anos.

Dados indicam que 70% das úlceras voltam a abrir após a sua cicatrização.

As úlceras venosas tem esse nome por aparecerem nas veias dos membros inferiores, embora em número bem menor elas também podem surgir nas artérias. Geralmente elas aparecem na região do tornozelo ou próximo a ele.

Nota-se que esse tipo de enfermidade está mais propensa a aparecer em mulheres do que em homens, em pessoas obesas, sedentárias, fumantes, em idade avançada, grávidas ou com histórico familiar da doença, assim como a falta de nutrição e hidratação dos membros inferiores ou pessoas que passam longos períodos em pé ou bastante tempo sentadas.

As úlceras são comuns em profissões que exigem que o trabalhador passe muito tempo sentado ou bastante tempo em pé. Quem tem esse tipo de profissão deve sempre alternar a posição ao longo do dia, fazer pequenos alongamentos, movimentar as pernas e pés e ter isso como um hábito diário no seu ambiente de trabalho.

Feridas nas pernas que não cicatrizam COMO PREVENIR

Somos capazes de mudar hábitos ou intensificar outros a fim de prevenir doenças e aumentar nossa qualidade de vida. Não é diferente com essas feridas que se tornam as tão temidas úlceras venosas. Como uma das causas do aparecimento é o avanço da idade ou hereditariedade, precisamos nos preocupar em preveni-las o mais rápido possível, para isso basta por praticar as seguintes ações:

  • Procurar fazer exercícios físicos diários, em especial caminhada, natação ou pedalada;
  • Manter uma alimentação saudável com a ingestão de frutas, legumes e verduras todos os dias;
  • Lutar contra a obesidade;
  • Beber bastante água;
  • Procurar não ficar mais de uma hora sentado com os pés no chão. Sempre levantar-se ou elevar as pernas;
  • Não ficar mais de uma hora ininterruptamente em pé na mesma posição;
  • Manter uma higiene diária das pernas e pés (com hidratação após o asseio) e sempre observar se algo anormal apareceu;
  • Usar calçados do tamanho adequado para o seu pé, nem apertado nem largo demais;
  • Proteger pernas e pés de muito calor ou frio;
  • Repousar com os membros inferiores para o alto (cerca de quinze centímetros para ajudar a circulação a manter seu bom funcionamento);
  • Acompanhar e tratar as varizes junto a uma clínica, com profissionais da área de saúde especializados nessa enfermidade;
  • Usar meia de contenção elástica sempre que prescrita por um profissional da área de saúde, exatamente como o recomendado. Como existem muitos tipos de meias, não é aconselhável o uso por conta própria, umas podem fazer alguns tipos de doenças piorarem.

Não se deve pôr em prática os tópicos citados acima (COMO PREVENIR) apenas para a prevenção da doença, é de suma importância que mesmo quem já tenha identificado varizes ou úlceras, mantenha tais hábitos unidos ao tratamento.

A CICATRIZA PODE TE AJUDAR NO TRATAMENTO DE ÚLCERA VENOSA

Os cuidados com as úlceras venosas vão além dos tratamentos locais, como elas são doenças crônicas e podem voltar, um acompanhamento extenso será necessário. Isso não significa que os cuidados locais sejam dispensados, não! Eles devem ser combinados com curativos compressivos feitos por profissionais da área de saúde, de preferência especializados na parte de cicatrização.

A realização de uma Ultrassonografia com Doppler Venoso é um diferencial no diagnóstico precoce da doença venosa, esse exame é simples, rápido e não causa dor ao paciente, ele é realizado na Cicatriza para a maior comodidade da paciente.

Podemos resumir o tratamento das úlceras venosas numa tríade:

  • Medicamentos e curativos receitados por profissionais capacitados da área de saúde da Cicatriza;
  • Hábitos saudáveis como os citados no início do artigo;
  • Medidas e exames preventivos.

Dessa forma, certamente você conseguirá domar essa doença e manter a qualidade de vida em alta, mesmo passando pelos percalços causados pelas incômodas feridas nas pernas.

Marque agora mesmo sua consulta com a Cicatriza e volte a viver bem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *